maio 12, 2020

Live “design saudável para cidades”

O Laboratório de Sustentabilidade aplicada à Arquitetura e ao Urbanismo (LaSUS) da Universidade de Brasília (UnB) realizará na próxima quinta, 14/05 às 11 horas, a livedesign saudável para cidades” com a Professora Dra. Marta Romero. O encontro será mediado pelos professores Caio Silva e Abner Calixter.

Sobre Marta Romero: Graduação pela Universidad de Chile e pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (1978), Especialização em Arquitetura na Escola de Engenharia, USP de São Carlos (1980). Mestrado em Planejamento Urbano pela Universidade de Brasília (1985) e Doutorado em Arquitetura – Universitat Politecnica de Catalunya (1993), Pós-Doutorado em Lanscape Architecture na PSU (2001). Atualmente é professora Titular da Universidade de Brasília. Tem experiência na área de Arquitetura e Urbanismo, com ênfase em Tecnologia da Arquitetura e do Urbanismo, atuando principalmente nos seguintes temas: sustentabilidade, bioclimatismo, desenho urbano, espaco público e arquitetura e clima.

Acompanhe a live aqui.

Em agosto Reabilita 10, faça agora mesmo sua pré-inscrição. Para outras informações acesso o Grupo LaSUS/Reabilita no Telegram.

Sobre o Reabilita

A pós-graduação a distância em Reabilitação Ambiental Sustentável Arquitetônica e Urbanística Reabilita é direcionada para profissionais de nível superior com atuação nos setores de Arquitetura, Engenharia, Edificações, Energia, Preservação, Gestão e controle de qualidade do meio ambiente urbano e áreas correlatas.

O Reabilita possui uma carga horária total de 450 horas e é desenvolvido a distância e presencial em até 17 meses, correspondendo 13 meses para os módulos e até 4 meses para elaboração de Trabalho de Conclusão de Curso. O aluno deverá participar de 02 encontros presencias (3 dias cada), além de apresentar o Trabalho de Conclusão de Curso perante banca em um terceiro encontro presencial de até 2 dias.

São abordados temas como reabilitação ao planejamento urbano, princípios da sustentabilidade, eficiência energética, estratégias bioclimáticas, revegetação, conforto ambiental, uso e conservação da água, indicadores e ferramentas de sustentabilidade urbana, sensoriamento remoto aplicado à análise ambiental e urbana, entre outros.